Dicas

O que é intoxicação alimentar? Causas, sintomas e prevenção

Imagem dio post Quais são os melhores cuidados para evitar a intoxicação alimentar?

A intoxicação alimentar é uma condição causada pelo consumo de alimentos contaminados por elementos que fazem mal ao organismo.1,2

Na maioria dos casos, o quadro clínico apresenta sintomas leves, que incluem desconforto e cólicas abdominais, náuseas, vômito e diarréia.² Entretanto, dependendo do agente causador, a intoxicação pode gerar sintomas mais graves, podendo até mesmo demandar atenção médica.5

Quer entender mais sobre o assunto e como se prevenir? Então, vem com a gente!

Neste post, explicamos o que é intoxicação alimentar, quais são suas causas, principais sintomas, como tratar e o que fazer para se prevenir. Continue conosco e boa leitura!

O que é intoxicação alimentar?

A intoxicação alimentar é uma condição causada pelo consumo de alimentos contaminados por bactérias, fungos, vírus e outros microrganismos, bem como por toxinas produzidas por esses agentes.5

De modo geral, essa contaminação ocorre devido ao mal armazenamento desses alimentos ou pela falta de cuidados com a higiene em sua manipulação e preparo, o que permite o desenvolvimento dos agentes causadores da intoxicação.2

O que causa intoxicação alimentar?

O que causa intoxicação alimentar são as toxinas ingeridas a partir de alimentos contaminados. Essas toxinas podem ser produzidas por bactérias, fungos, vírus e outros microrganismos.5

Entre os principais causadores dessa patologia, estão:

  • bactérias e toxinas bacterianas;5
  • peixes e mariscos;5
  • cogumelos;5
  • protozoários;5
  • toxinas de alimentos.5

Quais são os sintomas de intoxicação alimentar?

Diante de um quadro de intoxicação alimentar, os sintomas podem surgir horas após o consumo do alimento contaminado. Contudo, em alguns casos, pode levar dias ou, até mesmo, semanas para que os primeiros sinais apareçam.²

De modo geral, os sintomas de intoxicação alimentar costumam afetar o estômago e intestinos, sendo a diarreia o mais comum deles.² Além deste, também estão entre os sintomas:

  • dores abdominais e cólicas
  • náuseas;²
  • vômito;²
  • febre.²

Quanto tempo dura um quadro de intoxicação alimentar?

De modo geral, uma intoxicação alimentar comum pode durar entre 1 e 10 dias, dependendo das condições de saúde do paciente e da toxina responsável pelo quadro.²

Como saber se você está com intoxicação alimentar?

O diagnóstico da intoxicação alimentar é realizado por um profissional, e é feito com base nos sintomas apresentados pelo paciente, bem como na análise da substância ingerida.³

Dependendo do caso, o profissional também pode requerer testes laboratoriais, como exames de sangue, fezes e urina, seja para identificar a substância causadora da infecção ou para descartar outros tipos de condições.4

Como prevenir a intoxicação alimentar? 9 dicas

A prevenção da intoxicação alimentar, de modo geral, está muito ligada às condições de higiene e durante a manipulação, armazenamento, preparo e consumo dos alimentos.5

Confira algumas dicas e cuidados importante, que podem te ajudar a prevenir esse tipo de quadro:

  1. lavar muito bem as mãos com água e sabão antes e depois do manuseio e preparo dos alimentos;²
  2. higienizar com água quente e sabão as superfícies e utensílios utilizados para cortar e preparar os alimentos;²
  3. cozinhar bem os alimentos, uma vez que a alta temperatura costuma ser eficiente na eliminação da maior parte dos microrganismos nocivos para nossa saúde;²
  4. armazenar carnes, peixes e frutos do mar separadamente dos outros alimentos;²
  5. ter atenção especial ao armazenamento de alimentos que necessitem de ambiente refrigerado ou congelado;²
  6. jamais descongelar alimentos à temperatura ambiente. O mais seguro é descongelá-los na geladeira, mas você também pode utilizar a função de degelo do microondas ou deixar água fria corrente sobre o alimento;
  7. sempre manter os alimentos crus separados dos que já estão prontos para consumo, a fim de evitar contaminação cruzada;²
  8. evitar o consumo de qualquer alimento suspeito de contaminação.5
  9. evitar frequentar estabelecimentos cujas práticas de higiene não pareçam confiáveis.²

O que é bom para tratar a intoxicação alimentar?

Como na maioria dos casos o paciente se recupera após alguns dias, o tratamento da intoxicação alimentar se resume à hidratação, a fim de repor os líquidos perdidos. Já em casos de desidratação acentuada, é preciso recorrer ao hospital para a hidratação intravenosa.²

Entretanto, tudo depende do tipo de toxina ingerida. Quadros mais sérios podem gerar sintomas mais graves, requerendo atenção médica com urgência, a fim de identificar o causador e, assim, definir a necessidade de remédio para intoxicação alimentar e o tratamento adequado.5

Já para o alívio dos desconfortos gerados pela intoxicação alimentar, é possível recorrer a outros medicamentos.

O Buscopan® da caixinha verde, por exemplo, é indicado para dor leve e cólica na região da barriga, promovendo alívio rápido e prolongado.6

Sua fórmula contém Butilbrometo de Escopolamina 10mg, que têm ação antiespasmódica, contribuindo para o relaxamento da musculatura dos órgãos da barriga, aliviando os movimentos involuntários (espasmos) e, consequentemente, a dor causada por eles.7

Essa medicação age onde a dor se desenvolve — no abdômen — atuando diretamente sobre os músculos dos intestinos para aliviar as cólicas e espasmos que causam o desconforto.6

DOR NA BARRIGA? VAI DE BUSCOPAN