Dor na Barriga

O que é e quais são os sintomas de H. pylori?

Imagem dio post sintomas de H. pylori

A infecção por Helicobacter pylori, também referida como H. pylori, é uma das infecções bacterianas crônicas mais comuns 2. Porém, os sintomas de H. pylori nem sempre são fáceis de identificar.

Isso porque alguns pacientes são assintomáticos, enquanto outros desenvolvem doenças que levam a mais investigação dos sinais e, assim, é confirmado o diagnóstico. 2

Os hábitos diários de higiene, alimentação e comportamento estão envolvidos no que causa H. pylori. Por isso, é importante equilibrar a rotina para ter uma boa qualidade de vida e preservar a saúde. 2

Porém, os sintomas de H. pylori têm tratamento e é possível, inclusive, erradicar a bactéria do organismo. Quer entender melhor esse quadro? Continue lendo e entenda os principais pontos.

O que é H. pylori?

O H. pylori ou Helicobacter pylori é um tipo de bactéria que sobrevive em ambiente ácido e é uma das causas mais frequentes de infecção no estômago. 2

A contaminação pode ocorrer na infância, mas a incidência é maior em adultos acima de 60 anos que representam 50% dos diagnósticos 2

O H. pylori é fator importante no desenvolvimento de úlcera péptica ou duodenal e câncer no estômago. Por isso, é essencial diagnosticar corretamente a infecção para fazer o tratamento adequado, evitando que os sintomas evoluam. 2

O que causa H. pylori?

A causa da infecção por H. pylori está ligada à transmissão oral por meio da saliva, água ou alimentos contaminados e também por contaminação fecal, onde a bactéria também já foi identificada. Por isso, é importante seguir cuidados de higiene diários como: 2

  • higienizar corretamente os alimentos; 2
  • lavar as mãos depois de usar o banheiro ou chegar da rua; 2
  • policiar o hábito de colocar as mãos na boca; 2
  • evitar o compartilhamento de copos, pratos e talheres. 2

Esses hábitos explicam o motivo da infecção por H. pylori ser adquirida durante a infância, embora o meio exato de aquisição não seja claro sempre. Alguns fatores de risco para adquirir a infecção incluem: baixo nível socioeconômico, maior número de irmãos e ter o pai infectado – mais especificamente a mãe infectada 1.

Leia também: Quais são os melhores cuidados para evitar a intoxicação alimentar?

Quais são os sintomas de H. pylori?

Como destacamos acima, existem pessoas que são assintomáticas, ou seja, não apresentam os sintomas de H. pylori. 1

Porém, quando a infecção é sentida, o corpo reage com sinais característicos das doenças causadas pelo H. pylori. 1

Quando a infecção está na região antral (mais no final do estômago), por exemplo, a bactéria causa um aumento na produção de gastrina, um hormônio que estimula a secreção de ácido clorídrico. Com mais acidez no estômago, a mucosa é sensibilizada podendo causar úlcera pré-pilórica ou duodenal. 1

Já quando a infecção é na parte principal do estômago (corpo gástrico), o H. pylori causa uma atrofia e diminui a secreção de ácido clorídrico. Isso gera uma predisposição para quadros de úlcera e câncer de estômago. 1

Dessa forma, os sintomas de H. pylori são gerados pelas doenças que a infecção pode causar, e os sinais de alerta são: 1

  • sensação de distensão abdominal (barriga inchada); 1
  • dor e queimação no estômago; 1
  • falta de apetite; 1
  • náuseas e vômitos (volumosos ou com sangue são agravantes); 1
  • excesso de gases no estômago; 1
  • arrotos frequentes; 1
  • fezes muito escuras ou com sangue. 1

Como diagnosticar a presença de H. pylori?

O tratamento para os sintomas de H. pylori deve começar tão logo seja feito o diagnóstico, que pode ser realizado por diferentes tipos de exame. Veja quais são:

Testes respiratórios com ureia 

Esse é um exame não invasivo que utiliza uma medicação contendo ureia (13C ou 14C) que identifica a presença do H. pylori no estômago ou intestino. 2

O teste avalia a quantidade de isótopos 13C/12C-carbono do gás carbônico (CO2) exalado na expiração do ar pelos pulmões. Quando o H. pylori está presente no organismo, ele altera a quantidade dos isótopos liberados, permitindo confirmar o diagnóstico. 2

Esse teste também costuma ser refeito para confirmar a eliminação da bactéria após o tratamento 2

Testes de antígeno fecal

É um exame de fezes específico que também utiliza a ureia nos processos de análise laboratorial para fazer o diagnóstico inicial da infecção. 2

Endoscopia com biópsia

Quando é solicitada uma endoscopia devido a sintomas mais graves já apresentados como fezes e vômito com sangue, que podem indicar quadros de úlcera ou câncer, a confirmação da presença do H. pylori é feita colhendo-se uma amostra da mucosa intestinal para análise. 2 

Como é o tratamento e dieta para quem tem H. pylori?

O tratamento dos sintomas de H. pylori é feito a partir de antibióticos e medicamentos inibidores da bomba de prótons (bloqueiam a liberação do ácido gástrico). O objetivo é criar um ambiente hostil para a sobrevivência da bactéria. 2

A combinação dos antibióticos pode envolver quatro ou três ativos em conjunto. A abordagem do tratamento é definida pelo médico que especifica a dose e a quantidade de vezes que a medicação será tomada por dia. 2

Para as cólicas e espasmos são utilizados remédios com função antiespasmódica como o Buscopan®, por exemplo, que auxilia a aliviar o desconforto e dor abdominal.3

É importante ressaltar que a medicação para dor na barriga não trata as causas dos sintomas de H. pylori. Então, é preciso fazer o diagnóstico e seguir o tratamento completo e correto para o caso. 2

Depois do período estabelecido para o tratamento, é realizado novamente um dos três exames acima para confirmar a cura ou não. 2

Durante e também depois do tratamento, a dieta para quem tem H. pylori muda. Será necessário evitar frituras, frutas cítricas, chocolates, molhos e condimentos, tabagismo, entre outros. A alimentação deve ser à base de alimentos leves como vegetais cozidos, carnes de corte magro e grãos integrais. 2

Leia também: Conheça os principais alimentos inflamatórios.