Dor na Barriga

O que é constipação intestinal? Guia sobre causas, sintomas e tratamento

Imagem dio post Constipação intestinal

Você em algum momento da sua vida já deve ter sentido uma dificuldade maior em evacuar e passou um tempo fora do normal com o intestino preso, sensação de barriga inchada e acúmulo de gases. Esse problema é conhecido como constipação intestinal (ou prisão de ventre), e é mais comum do que você imagina!

Você sabia, por exemplo, que cerca de 30% da população brasileira sofre de constipação intestinal e das cólicas na barriga geradas por esse problema?

Essa doença se manifesta tanto eventualmente ou de forma mais persistente para quem sofre de constipação crônica. Nesse segundo caso, a situação pode ser algo mais sério e merece um monitoramento especial por parte de uma gastroenterologista. ²

Nesse artigo, vamos mostrar para você que, na maioria dos casos, o que motiva a manifestação da constipação intestinal são três fatores específicos: baixa ingestão de água, sedentarismo, dieta pobre em fibras ou rica em proteínas de origem animal.

Mas, afinal, por que esses três fatores ocasionam prisão de ventre e qual a explicação fisiológica por trás disso?

Vamos te explicar!

Além disso, vamos te mostrar quais são os principais sintomas por trás da constipação intestinal, maneiras de identificá-la e qual o melhor tratamento para preveni-la e reduzir seus sintomas.

Leia o conteúdo até o fim para isso e muito mais!

O que é constipação intestinal?

A constipação intestinal consiste na dificuldade do paciente em defecar de forma periódica e consistente.  O paciente pode ficar dias ou semanas sem ir até o banheiro porque seu intestino está preso. ²

Ela se manifesta quando a musculatura do intestino grosso não tem força suficiente para que o as fezes sejam evacuadas.  ²

De forma resumida, quando ingerimos alimentos e bebidas, a água e os nutrientes deles são absorvidos pelo nosso organismo. O restante do material é concentrado no bolo fecal para que ele seja expelido do corpo pelo ânus. 2,3

Entretanto, por uma série de fatores, os músculos do intestino podem não ter força para realizar a evacuação desses nutrientes. Isso faz com que eles se acumulem na região e absorvam água, o que torna as fezes ainda mais duras e consistentes, dificultando sua saída. ²

Isso causa indisposição, cólicas abdominais e as toxinas acumuladas podem gerar ainda outros problemas de saúde. No tópico seguinte, vamos falar de forma mais clara dos sintomas da prisão de ventre.

Quais os sintomas de constipação intestinal?

Entendeu direitinho o que é constipação intestinal? Então agora você precisa saber quais são os sintomas desse problema e que tipo de desconforto ele causa aos pacientes.

Dessa forma, fica mais fácil também de identificar o problema frente aos vários tipos de dores de origens diferentes que podem se manifestar na região abdominal.

Primeiramente, é importante frisar que os sintomas podem variar de pessoa para pessoa, principalmente quando levamos em consideração o tipo de constipação intestinal: funcional ou crônica.³

Por exemplo, quem sofre de uma prisão de ventre funcional só vê o problema se manifestar em situações específicas, decorrentes de um alimento que comeu ou de situações adversas, como durante viagens de avião ou de ônibus. Nesses casos, o intestino deve recuperar seu funcionamento normal após a volta à rotina.³

E o que é constipação intestinal crônica? Ela é definida quando o paciente, durante um intervalo de pelo menos três meses, evacua menos de três vezes por semana. Aqui, os sintomas são mais duradouros e podem incluir:³

  • Fezes duras e ressecadas;
  • Cólicas na barriga;
  • Desconforto provocado pela distensão abdominal;
  • Falta de regularidade na evacuação;
  • Sensação de esvaziamento incompleto do intestino após a evacuação;
  • Acúmulo de gases no intestino;
  • Barriga mais dura e com movimentos espasmódicos.

A constipação intestinal é grave? Na maioria dos casos, não, mas ela pode estar associada a outros problemas de saúde mais severos, principalmente em casos mais duradouros e crônicos dos sintomas. O médico deve fazer o diagnóstico do paciente para entender cada caso. ¹

Como fazer o diagnóstico da constipação intestinal?

Caso as dores sejam persistentes e haja sinais de constipação intestinal crônica, é necessário procurar a ajuda de um médico gastroenterologista para que ele faça um levantamento do histórico do paciente, como hábitos alimentares e comportamentais.

Além disso, ele pode pedir uma bateria de exames clínicos para fazer um diagnóstico mais preciso que relate as principais causas para a persistência da prisão de ventre.

Como saber se a dor é no intestino e quais exames podem ajudar na identificação das causas?

  • Hemograma;
  • Sangue oculto nas fezes;
  • Colonoscopia;
  • Tempo de trânsito das fezes;
  • Enema opaco.4

Dessa forma, é possível receitar um tratamento mais personalizado e de acordo com as especificidades orgânicas do paciente.

O que causa constipação intestinal?

Falamos na introdução de forma mais superficial que quatro fatores principais estão por trás do que causa constipação intestinal:

  • Baixo consumo de água;
  • Baixa ingestão de alimentos ricos em fibra;
  • Consumo exagerado de proteína animal;
  • Sedentarismo.5

Mas por que a existência de alguns desses fatores no cotidiano das pessoas podem gerar prisão de ventre?

A fibra é um carboidrato complexo que não é digerido pelo intestino, mas sim fermentado para posterior eliminação nas fezes. Ela é essencial para a formação adequada do bolo fecal. Já a prática de atividade física e o consumo de água contribuem para o melhor funcionamento da musculatura do intestino. 6

Em resumo, a conjunção desses três fatores garante o bom funcionamento intestinal e a constância na evacuação. 6

O alto consumo de produtos industrializados e ultraprocessados também é determinante para que a constipação intestinal seja uma doença tão presente no cotidiano. O processamento desses alimentos retira parte substancial das fibras ali disponíveis. 6

Já as proteínas animais são alimentos com 0 g de carboidratos, o que engloba não apenas os carboidratos simples, como a frutose, mas também os complexos, como a fibra.6

As fibras estão especialmente presentes em frutas, legumes e cereais integrais e são fundamentais para uma dieta saudável e balanceada. Confira abaixo uma lista de alimentos que soltam o intestino:

  • Frutas, como mamão, banana, maçã e mamão;
  • Legumes, como alface, acelga, rúcula, cenoura e beterraba;
  • Cereais integrais, como aveia, sementes de linhaça, arroz integral, centeio, entre outros.7

Conheça outros alimentos para evitar a constipação intestinal

Em contrapartida, há alguns alimentos que prendem o intestino, como: goiaba, banana verde, mandioca, farinha refinada, beterraba, leite e refrigerante.

Constipação intestinal: tratamento adequado

Entendidas as causas da constipação intestinal, vamos falar agora do tratamento. De maneira geral, a melhor maneira de prevenir ou controlar a prisão de ventre é por meio de mudanças comportamentais e de hábitos de vida.

Uma reeducação alimentar para uma dieta mais balanceada com o consumo adequado de fibras, como citamos acima, é fundamental nesse processo, pois esses macronutrientes são importantes para a formação do bolo fecal. 6,7

Invista também em alimentos laxativos, como mamão, laranja e ameixa e açucarados, por exemplo, goiabada, marmelada e geleia de mocotó. 6,7

A Organização Mundial da Saúde (OMS) indica o consumo médio de dois litros de água por dia para uma vida saudável.8 Mas isso é apenas uma estimativa, pois a quantidade pode variar de indivíduo para indivíduo de acordo com suas particularidades fisiológicas e hábitos de vida.

Já a prática regular de exercícios físicos é fundamental para o bom trânsito intestinal, assim como atua na prevenção de inflamações e até agente contra o câncer no intestino.

Algumas recomendações também merecem destaque, como:

  • Não descarte a casca das frutas, caso elas sejam facilmente digeríveis, pois são ricas em fibras;
  • Não exagere no álcool, pois ele contribui para o ressecamento das fezes;
  • Não segure a vontade de defecar, demorando assim para ir ao banheiro;
  • Cuida da saúde física e mental, procurando administrar os estresses e desequilíbrios emocionais;6
  • Em casos de sintomas como cólica na barriga, busque medicamentos antiespasmódicos eficazes. 6

Buscopan age contra cólicas na barriga

Você deve estar se perguntando qual remédio costuma ser usado para ajudar no alívio da constipação intestinal, mas, na verdade, há medicamentos apenas para o alívio dos sintomas. O Buscopan pode te ajudar as dores e cólicas na região da barriga.8

Pois o controle da constipação intestinal só ocorre quando mudanças nos hábitos alimentares e de vida acontecem de forma integrada.

Entretanto, medicamentos como o Buscoduo podem atua diretamente no alívio de dores e desconforto na barriga9 decorrentes da prisão de ventre. O medicamento desce pelo trato digestivo, entra pela corrente sanguínea e controla os espaços do músculo liso intestinal.

O Buscopan prende o intestino? Não! Sua função é para aliviar as dores na região abdominal, sejam no estômago ou no intestino. 8

O Buscoduo, por exemplo, atua contra dores moderadas por um tempo prolongado.9 Para dores ainda mais intensas na barriga, ainda existe a opção do Buscopan Composto, que possui Dipirona em sua composição.9

Gostou do conteúdo? Entendeu o que é constipação intestinal e tirou todas as suas dúvidas sobre o tema? Lembre-se de que um diagnóstico preciso para esse problema só pode ser feito por um profissional gastroenterologista.

Portanto, em caso de persistência dos sintomas, busque atendimento médico para receber um tratamento adequado e controlar, assim, seus problemas de prisão de ventre.

Está com dúvidas sobre problemas de saúde na região abdominal? Acompanhe os artigos do blog do Buscopan!

Russo P. Constipação Intestinal atinge cerca de 30% dos brasileiros [Internet]. [cited 2022 Sep 27]. Available from: https://igpamt.com.br/constipacao-intestinal-atinge-cerca-de-30-dos-brasileiros/#:~:text=Segundo%20a%20Sociedade%20Brasileira%20dePinheiro P. Prisão de ventre (constipação): causas e tratamento [Internet]. [cited 2022 Oct 10]. Available from: https://www.mdsaude.com/gastroenterologia/prisao-de-ventre/ Galvão-Alves J, Da C. Constipação intestinal. 2013;101(2). Available from: http://files.bvs.br/upload/S/0047-2077/2013/v101n2/a3987.pdfConstipação intestinal: sintomas e quando se preocupar [Internet]. Clínica Medfocus. 2020 [cited 2022 Oct 10]. Available from: https://medfocus.com.br/constipacao-intestinal-sintomas-e-quando-se-preocupar/Garcia LB, Bertolini SMMG, Souza MV de, Santos MSF dos, Pereira COM. Constipação Intestinal: Aspectos Epidemiológicos e Clínicos. Saúde e Pesquisa [Internet]. 2016 Jun 14;9(1):153–62. Available from: https://periodicos.unicesumar.edu.br/index.php/saudpesq/article/view/4761/2760 Constipação intestinal | Biblioteca Virtual em Saúde Ministério da Saúde [Internet]. Available from: https://bvsms.saude.gov.br/constipacao-intestinal/Água Mineral: Saúde [Internet]. Água Mineral. Available from: https://aguamineral.cprm.gov.br/agua_e_saude.htmlBula do produto Buscopan® | Buscopan [Internet]. www.buscopan.com.br. Available from: https://www.buscopan.com.br/produtos/buscopanBula do produto Buscoduo® . Disponível em https://www.buscopan.com.br/produtos/buscoduo. Acesso em julho/2022Bula do produto Buscopan Composto® . Disponível em https://www.buscopan.com.br/produtos/buscopan-composto . Acesso em julho/2022